fbpx

Como convencer morador a controlar acesso no condomínio

Controlar acesso no condomínio é uma das ações básicas de segurança preventiva e também uma das mais eficazes para segurança dos moradores.

Como os recursos de monitoramento e vigilância servem apenas para identificar e comunicar situações de risco em andamento, o melhor meio de preservar a integridade física e patrimonial dos condôminos é evitar que criminosos adentrem nas dependências do condomínio. Aqui vale o famoso ditado: “é melhor prevenir do que remediar”.

Diante deste cenário, cabe ao síndico exercer seu papel de responsabilidade para a segurança do local e expor aos condôminos os benefícios que controlar acesso no condomínio pode trazer a todos.

Veja como argumentar a favor dessa decisão.

controlar acesso no condomínio

 O perigo chega pela porta da frente

A maior parte dos golpes e invasões a condomínio se dá pela porta da frente, com abordagens violentas utilizando moradores e ou visitantes como escudo humano.

Outro perigo são as fraudes na portaria que facilitam as ações criminosas.

Infelizmente, cercas elétricas, sistemas de alarme com sensor de presença e outras tecnologias, sozinhas, não são suficientes para evitar assaltos no condomínio.

É sempre necessário um plano integrado, que se apoie na junção de soluções para diminuir as chances de problemas.

Todos são responsáveis por controlar acesso no condomínio

A segurança condominial depende de vários fatores, incluindo a cooperação de funcionários e moradores. Todos são responsáveis por evitar roubos, furtos e outras ações de criminosos nas dependências do condomínio.

A adesão dos usuários aos sistemas de segurança, quaisquer que sejam eles, é fundamental para que sejam efetivos. Até porque, eventuais prejuízos patrimoniais, causados por bandidos, como arrombamento e subtração de bens de valor, podem ser responsabilidade do condomínio, principalmente se a causa for a entrada desses indivíduos no local por falta ou falha de controle de acesso. Ou seja, o prejuízo é de todos.

Por isso, é fundamental que síndico deixe muito clara a atribuição de cada um no objetivo comum de controlar acesso no condomínio e manter todos em segurança.

 

O barato pode sair caro

Uma das maiores dificuldades na implantação de sistemas para controlar acesso no condomínio é a objeção dos moradores, que questionam os custos dessa decisão.

Vale lembrar que as despesas relacionadas à aquisição e instalação do sistema de controle de acesso podem ser rateadas uma única vez pelos condôminos, diferentemente de possíveis prejuízos da responsabilização do condomínio por danos materiais, que podem ser recorrentes.

Além disso, o custo emocional de uma situação violenta supera infinitamente as pequenas parcelas do rateio necessário para aquisição de um bom sistema de controle das pessoas que entram e saem do condomínio.

Quanto melhor for a tecnologia escolhida, menor será a necessidade de reparos no sistema e maior será a sua efetividade, pois nada pior do que gastar com um sistema de controle de acesso vulnerável, que também vai exigir rateio e pode não funcionar adequadamente.

 

Até o melhor funcionário falha

Uma alternativa barata, que comumente é indicada pelos condôminos como solução para controlar acesso no condomínio, é centralizar todo o controle de entrada e saída unicamente na capacidade analítica, agilidade e competência dos profissionais da portaria.

No entanto, é humanamente impossível, por mais bem capacitado e comprometido que seja o funcionário, dar conta de todo o processo de identificação e liberação de entrada e saída das pessoas, sem ajuda de um sistema automatizado e confiável.

Falhas podem acontecer, especialmente diante das situações corriqueiras do dia a dia, como troca de turnos da equipe, ausência ou substituição de uma das pessoas do time, aumento do fluxo de pessoas na portaria aos finais de semana, feriados e datas comemorativas etc.

 

A importância do síndico

O papel do síndico, entre outras atribuições, é buscar alternativas para garantir a segurança dos condôminos e dos bens materiais do condomínio, dando sua contribuição para fazer valer o valor pago mensalmente pelos moradores, na taxa de condomínio.

A melhor forma de marcar positivamente uma gestão de síndico é não permitir que as pessoas tenham eventos ou experiências negativas para se lembrar durante esse período, como furtos, roubos, sequestro relâmpago no local, ações com reféns na portaria, invasão etc.

Por isso, ele deve ter conhecimento das soluções disponíveis no mercado e ter firmeza para indicar e/ou reprovar estas alternativas nas reuniões com os moradores, ponderando todos os prós e contras e munindo os moradores de informações suficientes para que a decisão seja a mais assertiva o possível.

 

Gostou dessas dicas sobre como convencer os moradores da importância de controlar acesso no condomínio?

E o seu condomínio, já conta com um bom sistema de controle de acesso? Qual foi ou é a opinião dos condôminos sobre a implantação dessa medida de segurança? Conte pra gente nos comentários.

Aproveite e compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas tomem conhecimento dessas informações.

Como convencer morador a controlar acesso no condomínio

Deixe um comentário